Pular navegação

4º Encontro em Capina Grande/PB

4º Encontro em Capina Grande/PB

O quarto encontro do Projeto Conexão Marista em Campina Grande/PB está previsto para ser durante todo dia, consistindo na realização da sexta (Fé, Ecumenismo e Diálogo Inter-Religioso) e sétima (Projeto de Vida) oficinas. 

Prazo: 
06/11/2015 - 18:00 - 09/11/2015 - 09:00
Prioridade: 
Alta
Responsáveis: 
fernandomartilis

Comentários

#1

Cheguei a Campina Grande no sábado pela manhã e logo ao  me desloquei para Lagoa Seca, onde fiquei hospedado no Centro de Eventos Marista localizado no munícipio. No sábado pela noite me encontrei com parte da equipe de apoio para fecharmos as atividades que seriam desenvolvidas. O encontro aconteceu no domingo, no CAIC das Malvinas, das 08hs às 17hs, consistindo num aprofundamento da quarta oficina “Cidadania e Ética” e na realização da sexta oficina “Fé, Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso”.

Na avaliação realizada com a equipe, após o encontro, os mesmos me falaram da reunião que tiveram com Ir. Delano (coordenador regional). Disseram ter agendado o último encontro com o referido irmão, que será realizado no dia 06 de dezembro, para o espaço de Lagoa Seca (ele mesmo teria ido à recepção e agendado a data com a administração da casa). Confirmei com a recepcionista que, de fato, o espaço tinha sido agendado. Entretanto o referido irmão disse que não estará presente nessa data, agendando para o dia 20 de fevereiro o momento de simbólico de passagem do Conexão para o NAV, que consiste inclusive na oitava oficina do projeto.

Expliquei para a equipe que essa data, para finalizar os trabalhos do projeto na cidade, é inviável, visto que tenho um cronograma e uma de 05 cidades para desenvolver o projeto por semestre. Sem falar no longo tempo entre o que seria o penúltimo encontro e o último.

Acertamos, então que faremos as duas últimas oficinas no dia 06 de dezembro e, veremos a possibilidade do Ir. Delano fortalecer a simbologia de passagem no dia 20 de fevereiro, ou até a possibilidade de outro irmão representa-lo, se realmente ele não tiver condições de estar presente.

A equipe solicitou também a contribuição da província para o lanche e o almoço dos jovens, visto que em todos os encontros anteriores a paróquia e os próprios jovens que arcaram com as despesas. Para o último encontro existe a possibilidade de fazer um amigo doce, que seria um importante momento de confraternização e acarretaria um gasto extra para os jovens.