Pular navegação

Tudo's blog

Ajuda

CRONOLOGIA DA AMABA

Face aos problemas enfrentados pela população do bairro América,  e a necessidade de organização popular como alternativa para exigir das autoridades a solução dos mesmos, surgiu em 1983 a Associação dos Moradores e Amigos do Bairro América. (AMABA)

Durante os anos de 1983 e 1984 a AMABA trabalhou em duas frentes reivindicatórias: Contra a poluição da fabrica de cimento e pela urbanização do terreno ocupado por sem teto nas proximidades do Terminal Rodoviário.  Lutas que foram vitoriosas. Do ponto de vista jurídico, a AMABA conseguiu nesse mesmo período o registro do seu estatuto e o CNPJ, na época  chamado de CGC, etc...

A partir de 1985 além das lutas  a associação, já registrada, começa a promover atividades sociais e recreativas, destacando-se os festejos juninos do Alto do Miolo, que se tornaram uma tradição em Aracaju.

Diário de Bordo do Livro sobre a AMABA/Projeto Reculturarte 10 de Marco de 2019

LIGANDO OS PONTOS. UM MOMENTO FORTE DO PROJETO RECULTURARTE EM 1990 COM O CARNAVAL 2019.

Bastante curioso como os  dois tempos em que  estou imerso nesse momento, dialogam  de forma intensa. O  ano de 1990, quando escrevo sobre a organização do primeiro encontro de menores do bairro américa e a passeata  de protesto “culturalizada”,  realizada como culminância do referido encontro que aconteceu neste ano, e o tempo propriamente em que estou inserido agora, o ano de 2019  com seu  carnaval, considerado um dos mais politizados.

Da parte dos setores mais tradicionais e conservadores  de direita,  leio critica quanto aos aspectos imorais e violentos do carnaval, resumindo o carnaval a isso, tão somente.  

Curso EAD Economia Solidária

Projeto Sociedade Civil Construindo a Resistência

Relatório síntese da reunião da coordenação da frente de luta pela economia solidária em Sergipe .No dia 26 de fevereiro de 2019. Via whatzap

O encontro, falta o nome do encontro, acontecerá em 23 de março

Local: Colégio Estadual Governador Augusto Franco no Santos Dumont. Falta endereço.

 O pessoal dos Caatingas (Centro Eru Kerê)  vão dar apoio de mídia, conforme informa Lucivânia. Eles entram como assessoria/Instituição fomento.

Sidney : Quem bola a carta convite ? Pra socializar aqui até amanha às 9 hs,  junto com a relação das entidades?

Eu vejo a carta convite -   Lucivania

Sidney: Vamos fazer esse evento com quantas pessoas? Fechamos mesmo nas 50?

Zezito - O que consta na lista por entidade. Nao e melhor consultar uma por uma, para saber? Com a realidade que conheco de dificuldade de transporte e outros interesses de programacao que muitos jovens tem,sugiro reduzir o numero.  Opinião colocada, mas não corroborada pelos demais

1) Caritas do Centro Sul 3 pessoas;

2) Caritas de Estância 3 pessoas;

PLANILHA PARA EVENTOS CULTURAIS DA AÇÃO CULTURAL.

Outras sugestões para melhorar essa lista de tarefas são bem vindas e podem ser escritas nos comentários.

(Baseada no livro “Aprenda a Organizar um Show” do produtor cultural, Alê Barreto do Rio de Janeiro)

Elaboração: José de Oliveira Santos “Zezito” - Educador e Produtor Cultural.

Pequenos eventos tipo roda de conversa, mesa redonda e etc..

Projeto mínimo com aspectos gerais (seguindo o padrão comum, contendo objetivos, justificativa, cronograma, metodologia e etc.. De forma simplificada e detalhando os aspectos operacionais, utilizando o roteiro abaixo.)

Programação

Previsão da quantidade de pessoas que participarão  do evento.

Inscrições.

Release

Banner ou flyer de internet.

Alimentação e água:

Segundo relato da quinta reunião presencial da Colaborativa Serigy.

O relato abaixo é a continuação de um outro postado no dia 23 de jullho de 2018, o qual está sendo trazido novamente para cá.

A reunião foi realizada no dia 14 de julho de 2918, no salão paroquial da igreja S. Francisco de Assis, Stos. Dumont, Aracaju.

A reunião contou com a presença de Zezito de Oliveira, Maíra Ramos, Pe. Soares, Igor Gonçalves e  seis jovens ligados ao grupo poverello.

A reunião teve como pauta principal a discussão dos valores, missão e visão de futuro da ColabSE. Essa discussão foi mediada/facilitada  por Igor Gonçalves.

As falas apresentaram as seguintes opiniões abaixo.  Após o registro e publicação na plataforma corais, quem não participou da reunião presencial poderá apresentar suas opiniões, assim como poderá refazer ou organizar o que foi produzido na reunião presencial.

PRODUTORA CULTURAL COLABORATIVA Links para quem quer conhecer os detalhes e repercussões da proposta.

Prezados Senhores

 
Vivemos um período difícil,  quiça seja passageiro,  e observamos  um descontrole planetário sem precedentes  e por conseguinte,  nossas atenções estão mais voltadas para a sinalização de crises, problemas, dificuldades e etc, contudo as energias positivas também estão lá nos seus respectivos espaços influenciando e gerando uma reação inversa é portanto necessário  direcionarmos  o nosso olhar  para  as oportunidades bem como para as boas práticas.
 
Segue uma sequência de links com informações que registram a nossa continuidade, e a nossa confiança de que com atitudes  colaborativas o o percursos se torna mais ameno. 
 

Matéria veiculada pela Fundação Banco do Brasil

Passo a Passo da Formação de uma Produtora Colaborativa.

Estamos aqui em Sergipe buscando formar um arranjo produtivo de produtoras colaborativas que está em fase de teste. Esperamos até dezembro podermos lançar a versão 1.0.

Iremos colocar abaixo os passos que estamos trilhando,  a partir da experiência dos companheiros pioneiros que deram partida, em especial a partir de Pernambuco e Bahia e da experiência do coletivo organizador sergipano.

Portanto, para quem tem interesse em formar uma produtora colaborativa, tanto aqui em Sergipe, como em outro estado e para nós que estamos em fase de criação.

Lembrando, uma produtora cultural colaborativa nasce a partir de um coletivo que já desenvolve alguns conceitos e práticas de ações colaborativas e solidárias.

1º passo

Primeiro relato-sintese das reuniões das propostas de colaborativas SE, realizadas no final de semana (13 e 14 de julho de 2018)

Prezados (as)

Na sexta (13) e no sábado (14), tivemos reunião com o coletivo organizador do Sarau Ensaio Secreto e com o coletivo organizador da Colaborativa Serigy (ColabSE)  e Colaborativa Poverello.

Algumas questões importantes apareceram nestes dois momentos, e que vale a pena ser registrado e compartilhado. Há uma segunda parte que seguirá depois, com o relatório da reunião com as duas últimas colaborativas citadas.

Precisa de ajuda?

Blog

O blog permite que os membros de um projeto se comuniquem, discutindo e publicando novidades. É um ótimo lugar para compartilhar processos, desafios e explorar ideias.