Pular navegação

Montagem trabalho final

Montagem trabalho final

INTRODUÇÃO

O projeto final do curso de Arquitetura da Informação da Faber Ludens nos propõe a reorganização de um site de uma ONG ou instituição de trabalho solidário. Foram-nos apresentadas algumas opções de instituições previamente escolhidas pelo orientador do curso. No entanto, no momento da escolha do grupo, tínhamos três opções restantes, das quais o grupo considerou uma como sendo mais pertinente e assim atraente ao desenvolvimento do trabalho.

No entanto, por se considerar a eventual possibilidade de uma implementação do projeto pela instituição e a necessidade de uma aproximação com o usuário do site, o grupo optou por uma instituição não listada nas sugestões. A escolha se deu pelo Instituto Construir, onde uma das participantes do grupo atua como voluntária, o que viabilizaria mais facilmente as considerações anteriores.

Todavia, o grupo considerou que o site não dispunha de problemas tão graves quanto à sua arquitetura, mas sim quanto a um aprofundamento de conteúdo, o que também leva a uma necessidade de reorganização das informações.

PLANEJAMENTO E LEVANTAMENTO DAS INFORMAÇÕES

Brie­ng A.I.

Questionário

Quando se pensa em Arquitetura da Informação, estamos pensando na forma com que uma informação chega ao seu usuário e que isso se dê da melhor forma possível. Para esta tarefa temos os seguintes pressupostos: a informação deve informar, ou seja, deve fazer sentido, agregar algo novo a quem a recebe, e assim, deve-se ter fundamentalmente um prognóstico de seu usuário – o sujeito que a receberá, sua complexidade e suas necessidades. Foi elaborado então um questionário que buscava as principais impressões de alguns usuários do site do Instituto Construir. O questionário foi desenvolvido no Google Docs, no formulário “spreadsheet” e enviado por e-mail a alguns contatos dentre voluntários do Instituto.

O texto do e-mail era informal, o que poderia facilitar o entendimento da solicitação. Nele explicava-se o contexto e a necessidade do trabalho. Destaco os principais trechos:

“Gente, preciso de uma ajudinha de vocês, coisa simples... É o seguinte: estou fazendo um curso on line de Arquitetura da Informação (do Instituto Faber Ludens) e como trabalho final temos (eu e meu grupo) que escolher um site e tem que ser de uma ONG (ou alguma instituição similar). A tarefa é reorganizar e reestruturar o portal da instituição. Será feito um projeto, que poderá ou não ser implementado pela instituição.

[...]

Bom, assim sendo, agora preciso de vocês! Precisamos de uma pesquisa inicial com (potenciais) usuários do site, para obtermos dados básicos sobre a usabilidade do site. Segue um questionário abaixo (no link). Gostaria muito que vocês pudessem nos ajudar com as respostas! É bem simples, são poucas questões e a maioria você responde com poucos clicks!

[...]

Este é um convite para preencher o formulário Questionário para pesquisa de usabilidade do site do Instituto Construir. Para preenchê-lo, visite: 
https://docs.google.com/spreadsheet/viewform?formkey=dE9WeGNwcUlpSnB4YXBKM1NSWXN2eEE6MQ

Abaixo segue o questionário enviado.

Questionário para pesquisa de usabilidade do site do Instituto Construir

Primeiramente, obrigada por estar aqui e se dispor a responder este questionário! Aviso que se responder "Não" na primeira pergunta, não há a necessidade de responder as demais.

Parte superior do formulário

Você já utilizou o site?(http://www.institutoconstruir.org.br/)

·          Sim

·          Não

Com que frequência?

·          Sempre acesso

·          Ocasionalmente

·          Acessei uma única vez

Considerou sua navegação:

·          Fácil

·          Complicada

Procurava uma informação específica?

·          Sim, fui atrás de uma informação

·          Não, fui conhecer de forma geral um pouco mais sobre o Instituto

·          Não, foi apenas uma visita, ocasional

Se respondeu sim na pergunta anterior, encontrou o que procurava?

·          Não, tive que procurar outros meios para obter uma informação

·          Sim, mas não obtive a informação completa

·          Sim, obtive a informação que procurava

Ainda se procurava uma informação específica, que tipo de informação procurava?

·          Conhecimento geral sobre os projetos

·          Informações específicas sobre um determinado projeto (líder, horários de reunião, etc)

·          Informações básicas como endereço, telefone

·          Link para doação eletrônica

·          Teorias e metodologias de trabalho utilizadas pelos projetos

·          Notícias

·          Fotos

·          Vídeos

·          Prestação de contas

·          Contato

·          Outra

Se respondeu "Outra" na questão anterior, qual seria?

Parte inferior do formulário

Tecnologia Google Docs

Análise geral do questionário (8 questionários respondidos)

(Parte que já temos....)

Inventário de conteúdo

CLASSIFICAÇÃO DAS INFORMAÇÕES

Card Sorting

A proposta do exercício do Card Sorting é conhecer e avaliar a estrutura mental do usuário – como ele classifica e cria hierarquias com determinados itens. O curso apresentou distintas formas de se fazer o exercício com os usuários. A forma mais “rudimentar” seria a de utilização de cartões (como sugere o nome: card sorting = classificação de cartões) com papel mesmo, para ser aplicado pessoalmente. Há também um formato na web, através do site Websort, onde montamos o exercício, o usuário classifica os itens via web e depois é possível a contagem das respostas através da visualização das porcentagens de cada termo em uma categoria, sendo estas abertas ou fechadas.

Na aplicação no nosso exercício, no entanto, utilizamos outra forma de apresentação. O Websort não foi utilizado pois não nos dá a possibilidade de criação de subcategorias dentro de uma subcategoria, o que poderia limitar bastante as ideias do usuário, além de que no dia em que precisávamos lançá-lo não era possível completá-lo com sucesso. O método dos cartões de papel também não foi utilizado pois não foi possível no período o contato pessoalmente com alguns usuários; no contato pessoal que conseguimos não havia viabilidade (física e de tempo) para a apresentação dos cartões.

Assim, os termos foram listados no Microsoft Power Point em dois formato: em caixas de texto (cada termo uma caixa de texto), num formato que “imita” os tradicionais cartões de papel; e todos os termos em lista, numa única caixa de texto simples. Em seguida apresentadas formas de se desenvolver sua hierarquização: em caixas de texto também, por lista em itens e subitens, no formato “SmartArt”(onde o software já disponibiliza modelos pré-montados de diagramas) ou da forma que ao usuário melhor lhe convir. Foi ressaltado que o importante era que ele nos passasse sua forma de classificação dos termos. A partir das respostas faríamos uma análise geral e inferíamos as principais classificações.

Para tanto, o arquivo em Power Point foi enviado por e-mail a um grupo reduzido de contatos dentre os voluntários do Instituto. O e-mail foi enviado àqueles que haviam se disponibilizado na resposta do questionário. Manteve-se também uma linguagem informal para tornar a proposta menos burocrática. Abaixo seguem os principais pontos do corpo do e-mail e a imagem do slide apresentado no arquivo.

“[...]

Agora preciso de respostas para o exercício do “Card Sorting” (classificação de cartões). Nós estamos fazendo uma pesquisa que vai nos ajudar a obter uma melhor compreensão de como o website deve ser organizado e, assim, tornar mais fácil sua utilização. Peço então que você classifique os itens em categorias (pense onde você espera encontrar esses itens em um website). Como os itens se relacionam entre si? Em seguida, nomeie cada grupo com uma ou mais palavras que descrevem o conjunto de itens que ele contém.

Eu as coloquei no arquivo do Power Point, em quadrinhos ou em lista, e algumas formas de categorização. Aí você escolhe a maneira que for mais fácil pra você! Até tinha um site específico pro exercício, mas não nos dá a possibilidade de subcategorias. Dessa forma, você pode ficar a vontade.

IMPORTANTE:

- Você pode criar também um novo item;

- Não há número certo de grupos;

- O nome da categoria pode ser um dos itens ou você pode criar um nome novo para uma categoria;

- E pode salvar neste arquivo mesmo, alterando-o como for necessário (se precisar arrastar os quadrinhos, recortar-colar, fique a vontade) e insira quantos slides quiser.

[Agradecimentos...]”

Novamente, por uma questão de tempo e, talvez, de persuasão, obtivemos apenas uma resposta, em itens e subitens no Word.

(completar...)

Rotulação

Taxonomia

NAVEGAÇÃO POR INFORMAÇÕES

Novo Sitegrama sugerido

GESTÃO DAS INFORMAÇÕES

Consideracões Gerais

VISUALIZAÇÃO DAS INFORMAÇÕES

Wireframe

Layout

CONSIDERAÇÕES FINAIS

É importante ressaltar que todas as necessidades levantadas na etapa do Briefing não foram desenvolvidas integralmente, visto que, ao menos inicialmente, o projeto é um exercício e enquanto exercício não viabiliza mesmo o aprofundamento em algumas etapas, como seria o caso em algumas reformulações de conteúdos.

Aliado a isso, também necessitamos essencialmente da colaboração de pessoas externas ao grupo, dos usuários do site em questão, e não conseguimos muito tempo hábil no desenvolvimento de algumas etapas com essas pessoas. Por conta disso, não tivemos uma rigidez e persuasão para com as solicitações, o que talvez aparentasse uma não seriedade na proposta. Obtivemos assim poucos comprometimentos de usuários e poucas respostas que colaborassem mais com nosso trabalho.

Você edita o conteúdo do texto na aba "Ver". A aba "Editar" serve apenas para o título. Para mudar sua cor de edição, clique no ícone de pessoa à direita.

Comentários