Pular navegação

PROPOSTA RÁDIO DIVERSIDADE

PROPOSTA RÁDIO DIVERSIDADE

PROPOSTA

A cobertura da Rádio Diversidade traz a ludicidade do som revelando a essência da cultura viva, manifestações populares, identidades brasileiras, o debate político do que era e do que é o programa e da comunicação livre. Por meio de quadros e programas vamos apresentar diferentes maneiras de brincar com a sonoplastia trazendo um conteúdo mais profundo das nossas expressões culturais. Dessa maneira, vamos focar a cobertura na contextualização, conjuntura da Teia e da diversidade cultural, e não na linha factual, apesar da "notícia fresca" também ser abordada.

PROGRAMAS

1 - Brincar para o Sonho Alimentar, Ritmos da Diversidade – O brinquedo alimenta a nossa alma, uma verdadeira expressão cultural. Nesse programa vamos desvendar, desesconder os ritmos, os brinquedos dos pontos de cultura, congada, maracatu de baque solto e virado, coco, samba, jongo, tambor de crioula, afoxé. Enfim, todo o universo da cultura popular e afro-brasileira. Partindo da musicalidade, dança, ritmo trazer referências das manifestações e mostrar a identidade que estes brinquedos carregam em cada ponto desse país.
A ideia é que um brincante do ponto de cultura troque uma ideia com a gente no estúdio ao vivo comentando a música do seu lugar com uma narrativa própria da musicalidade do seu território.
Sugestão de vinheta: Colagem dos ritmos brasileiros com a chamada do programa.
Duração: 40 a 60 minutos.

2 - Nossos Contos, Histórias de Quem Faz a Cultura Viva –  Foi contando histórias que as comunidades e manifestações tradicionais sobreviveram até hoje. O mais velho, ansião, mãe, pai eram e são os grandes comunicadores da ancestralidade, cultura e identidade, portanto do que somos e fazemos.
Através deste quadro vamos valorizar a sabedoria da oralidade trazendo de maneira lúdica as histórias de vida de mestres, griôs, brincantes e comunidades tradionais. A sonoplastia vai ser a ferramenta para chegarmos no campo imaginário das pessoas e a força da oralidade será a base para chegarmos a essência de ser cultura viva. 
Sugestão de vinheta: ???
Duração: 2 a 5 minutos

3 - Palco Livre/Microfone Aberto – O artísta, educador, mestre que tem ou não espaço na programação oficial da Teia poderá chegar no estúdio da rádio ao vivo e a qualquer momento, interagir e trazer seu trabalho, reflexão e fala. Neste quadro o espaço é livre para ser ocupado pela cultura viva de todos.
Sugestão de vinheta: ???
Duração: a critério do freguês e do apresentador da rádio.

4 – Agenda da Teia – Gravação da programação do evento do dia para a veículação durante a cobertura da rádio. Podemos gravar três agendas por dia, uma da manhã, uma da tarde, uma da noite ou separar por áreas/setores conforme o que o coletivo definir.
Sugestão de vinheta: ???
Duração: 1 a 2 minutos.

5 - Boletim Teia da Diversidade – Um compliado de notícias e informes sobre o que está rolando na Teia, através de pequenas matérias e entrevistas sobre as atividades, que aconteceram e estarão acontecendo. A ideia é produzir um Boletim no final da manhã e outro no final da tarde todos os dias. A prioridade para as matérias será para as ações ticadas como prioridade (vermelho e amerelo) na tabela geral da cobertura colaborativa.
Sugestão de vinheta: ???
Duração: 5 a 10 minutos

6 - Teia Sonora – Quadro já está  no ar para a mobilização pré-produção da Teia com entrevistas rápidas sobre a expectativas das pessoas/grupos para o evento. Podemos manter o formato registrando sonoras dos participantes de como está e o que estão achando.
Sugestão de vinheta: Pronta (produzida por Juliana Bassetti).
Duração: 1 a 2 minutos.

7 - Antena Potiguar – A ideia é aproveitar a oportunidade da Teia para transmitir e visibilizar os grupos e artistas locais para que o Brasil os conheça. Os grupos locais de repente, hip hop entre outros improvisarão com rimas sobre a diversidade cultural.
Vamos gravar esse quadro antes e durante a Teia para colocar na programação de rádio. Uma sugestão para as equipes de audiovisual é acompanhar a intervenção para divulgarmos a comunidade artística local através também desse veículo valorizando o intercâmbio cultural.
Sugestão de vinheta: ???
Duração: 1 a 2 minutos

8 - Divulgação de Coletivos e Produção de Rádios - Espaço dentro da programação para a divulgação de programas, ações e conteúdos de rádios livres e comunitárias. A ideia é a partir desse momento levantar a bandeira da democratização das comunicações, da regionalização da programação e do papel das rádias na promoção da diversidade cultural.
Podemos gravar uma chamada para que eles levem até a rádio os conteúdos, além de um flyer nas redes sociais.
Acho que nesse caso não precisa de vinheta, apenas a apresentação do locutor da rádio no momento da intervenção.

9 – Show's ao vivo – Transmissão ao vivo dos shows na rádio através da cobertura do stream via web.

10 - Cobertura via Telefone. - Transmissão em tempo real de ações da Teia através de informações enviadas pelos colaboradores via celular. A ideia é que as pessoas interajam com a rádio ao vivo contando o que esta rolando em uma determinada atividade, por exemplo, cortejo.

ESTRUTURA
Vamos montar a estrutura da rádio na Universidade Federal do Rio Grande do Norte. A ideia é termos dois estúdios, um ao vivo com a estrutura da transmissão e outro para gravação dos programas e quadros.
Queremos possibilitar a transmissão da rádio nos espaços coletivos da Teia, por exemplo, refeitório e auditórios.

DIVULGAÇÃO
Podemos divulgar a rádio através de algumas ferramentas:
- Flyer impresso e virtual da frequência 89,5 FM e canal online (assitência da equipe de mídias sociais);
- Flyer impresso e virtual com a programação da rádio, geral ou por programa/quadro (assitência da equipe de mídias sociais);
- Caixas de som com a transmissão ao vivo da rádio nos espaços coletivos da Teia, por exemplo, refeitório;
- Estúdio da rádio no mapa/folder da Teia para as pessoas se dirigirem ao espaço;
- Chamadas durante a programação dos quadros de participação/interação do público;
- Produção de matéria apresentando a rádio, uma sugestão é todos da equipe participar.
- Divulgação dos conteúdos da rádio nas redes sociais (assitência da equipe de mídias sociais).


TAREFAS
- Produção de vinhetas dos programas, quadros e dos apoiadores da Teia (Daniel/PC/Christalina)
- Solicitação da programação detalhada da Teia e da agenda de chegada dos convidados/participantes para a organização do cronograma de cobertura da rádio. (PC)
- Desenho da grade diária da rádio, ordem dos programas e quadros. (Equipe toda)
- Organização do cronograma da rádio junto com a escala da equipe conforme cada cobertura. (Marina faz a planilha e vamos todos montando)
- Produção dos repentistas e movimento hip hop locais para a gravação do improviso (Christalina)
- Visita de campo para a instalação da rádio na Universidade Federal amanhã, 16 de maio, no período da manhã. (Mãe Beth).

Comentários

#1

Marina e Mãe Beth como já falei à vocês, acho muito boa a ideia e me coloco como colaborador paralelo da Rádio Diversidade.

Acho também que as reflexões propostas por vocês podem se colocar como base filosófica para nossas ações enquanto comunicadores-ativos e atentos ao contexto onde estamos inseridos.

abraços!

#2

Massa, Zé!
colocar em prática vai ser um desafio, acho q se todas as equipes tiverem um direcionamento de conteúdo, linguagem e "linha editorial" fica mais fácil para se orientar e até concretizar a discussão política.
Vamos junto!

Precisa de ajuda?

Blog

O blog permite que os membros de um projeto se comuniquem, discutindo e publicando novidades. É um ótimo lugar para compartilhar processos, desafios e explorar ideias.