Pular navegação

Pesquisas sobre o Cultura Viva ganham novas perspectivas na TEIA

Ajuda

Pesquisas sobre o Cultura Viva ganham novas perspectivas na TEIA

A TEIA da Diversidade recebe pontos de cultura, professores, pesquisadores, gestores e mestres da cultura popular para dialogarem a respeito da produção de conhecimento sobre o Programa Cultura Viva. As perspectivas de articulação da rede de pesquisadores, de criação de um reservatório de pesquisas sobre o Cultura Viva e de criação de um Observatório de Políticas Cultura também estão na pauta do encontro.

O Programa Cultura Viva e os pontos de cultura certamente são as ações públicas de cultura mais pesquisadas no Brasil. Ano a ano isso pode ser conferido nos encontros de pesquisa na área cultural, como o Seminário Internacional de Políticas Culturais, promovido pela Fundacão Casa Rui Barbosa e o ENECULT, Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura, organizado pela UFBA.

Embora o universo das pesquisas concentre TCCs, dissertações de mestrado e teses de doutorado, os trabalhos não são apenas acadêmicos, há diversos pontos de cultura que sistematizam suas práticas e produzem conteúdos de alta relevância crítica e propositiva sobre o Programa.

Diante dessas constatações, desde 2008 iniciou-se um processo de articulação de uma rede de pesquisadores sobre o Cultura Viva e um arquivo vivo dessas pesquisas e reflexões. Na TEIA da Diversidade essa proposta ganha força e evidência e espera reunir mais pesquisadores e pontos de cultura interessados. Logo nos primeiros dias da TEIA, o Fórum Nacional de Cultura propôs e aprovou a criação de um Grupo de Trabalho Temático sobre Pesquisação e estão previstas diversas atividades sobre essa temática no evento. Confira!

22 de maio, 14h: Visões sobre o Programa Cultura Viva – Proponente: Fundação Casa de Rui Barbosa

23 de maio, 9h: Lançamento do Observatório de Políticas Culturais da UnB

Local: SALA 81 do IFRN

No dia 21 de maio, foi realizada a apresentação da proposta de pesquisa Programa Cultura Viva: impactos e transformações sociais, uma iniciativa da Universidade de Brasília, coordenada por Mário Brasil, do Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares – CEAM. Com uma iniciativa piloto no centro-oeste financiada pelo MinC, a pesquisa qualitativa será realizada com 30 pontos de cultura da região e prevê trabalhar com etnografia densa, pesquisação e análise de discurso. A perspectiva é ampliar essa pesquisa para outras Universidades e estados.

Confira aqui entrevista realizada com Lia Calabre, Fátima Makiuchi, Mário Brasil e Elisete Bertollo na Rádio Diversidade.

Veja anexo algumas imagens da apresentação da pesquisa realizada pelo CEAM. Crédito das imagens: Rodolfo Hollanda, da Cobertura Colaborativa da TEIA da Diversidade.

Comentários

#1

Confira aqui entrevista realizada com Lia Calabre, Fátima Makiuchi, Mário Brasil e Elisete Bertollo na Rádio Diversidade.

Pré-visualizarAnexoTamanho
export.mp343.83 MB
Precisa de ajuda?

Blog

O blog permite que os membros de um projeto se comuniquem, discutindo e publicando novidades. É um ótimo lugar para compartilhar processos, desafios e explorar ideias.