Conhecimentos Livres no Vale do Capão

Entre os dias 05 e 10 de novembro o Vale do Capão sediou o II Encontro de Conhecimentos Livres(ECL) da Chapada Diamantina e o I Encontro Nacional de Produtoras Colaborativas. O Circo do Capão foi o palco onde moradores e visitantes, mestres e aprendizes, jovens e adultos, dialogaram e trocaram saberes relacionados às tecnologias sociais livres, cultura digital, economia solidária e cultura popular. Nos quatro dias de evento, foram realizadas Rodas de Conversa que trouxeram experiências e alternativas de relações e construções coletivas pautadas em valores éticos de colaboração, solidariedade, autonomia, sustentabilidade, respeito, amor e alegria. As Rodas de Conversa contaram com a participação de mestres da cultura popular da Chapada Diamantina, pesquisadores, produtores, ativistas e representantes do poder público. Num clima de ciranda os presentes puderam compartilhar suas ideias e práticas, em busca de caminhos para um mundo mais justo, que tem como base a liberdade de acesso aos conhecimentos, o fio condutor de todas conversas.

Além das Rodas de Conversas, foram realizadas oficinas de produção com tecnologias livres no espaço do Circo e no Centro Digital de Cidadania localizado no centro da Vila do Capão, que contaram com uma boa participação dos estudantes da Escola Municipal de Caeté-Açu. Ainda no Circo, ocorreram as Feiras de Economia Solidária, com a participação de produtores locais, convidados da zona rural do município de Palmeiras. As Feiras tiveram o apoio do grupo responsável pela moeda social Brilho, que realizou uma linda roda de troca na noite da quarta feira soba lona do Circo.

As noites do Encontro de Conhecimentos Livres foram regadas por uma programação cultural bastante diversificada. Na quinta feira, a Noite da Cultura Popular botou o povo pra levantar poeira ao redor da fogueira, sob o luar, ao som de muito maracatu, bum meu boi, samba de cocô e samba de roda. Depois de muitas boas vibrações a noite foi encerrada com uma grande ciranda em volta da fogueira. Nas noites de sexta e sábado, o Palco Livre abriu espaço para os artistas locais se apresentarem e compartilharem suas inspirações. Palhaçaria, malabarismo, tecido, dança, música, de tudo teve um pouco.

O I Encontro Nacional de Produtoras Colaborativas, que integrou a programação do II ECL, reuniu representantes de 8 coletivos que implementam a tecnologia social da Produtora Cultural Colaborativa em seus territórios. Durante o evento puderem conhecer as experiências de três regiões do país, partilhar aprendizados e desafios, compor agendas e prever a produção cultural e a prestação de serviços. Além de articular parcerias e ações conjuntas no sentido de fortalecer essa rede de produção colaborativa, pautada pela economia solidaria e pelas tecnologias livres.

O II Encontro de Conhecimentos Livres da Chapada Diamantina foi uma realização do Ponto de Cultura Circo do Capão, do Pontão de Cultura Digital ITEIA e da Produtora Colaborativa do Vale do Capão, contou com o apoio da Colaborativa.PE e com o apoio financeiro do Fundo Estadual de Cultura da Bahia, na linha de Cultura Digital.

Comentários