Detalhamento do Estudo de Caso: Produtora Colaborativa Recife+ART (CRC Recife)

Precisamos de algum voluntário para detalhar a experiência da Produtora Recife+ART ligada ao CRC Marista referente a atividade de mapeamento de saberes e fazeres e a divisão de grupos de trabalho.

 

Contexto do Estudo de Caso

  • Da educação à distância ao aprendizado em rede
  • Educação à distância reproduz o modelo escola. Exemplo: Moodle
  • Ao invés de enfatizar a distância do aluno ao conhecimento concentrado num ponto, que precisa ser distribuído, é preciso conectar as pessoas para que elas troquem conhecimentos que elas já saibam, formando uma rede
  • O aprendizado em rede segue o interesse das pessoas conectadas

Capitulo do Livro: Aprender Fazer, Fazer Aprendendo

http://www.corais.org/colabor/node/80036

Sugestão de padrão:

Tamanho minimo: 600 caracteres e máx 1200 caracteres.

Textos curtos com links para informações mais aprofundadas. 1 imagem para destaque.

Responsáveis: 
Isaac
Responsáveis: 
Jatobá

Comentários

#3

A Recife+Art foi uma produtora oriunda do Centro de Recondicionamento de Computadores do Recife. Teve seu início e atividades em 2011 através de uma oficina ministrada por Pedro Jatobá.

O público-alvo da oficina fora os educandos e ex-educandos do Centro Marista Circuito Jovem - CMCJ do Recife, o perfil da maioria dos jovens era: moradores da zona norte do Recife e com baixa-renda. A ideia da oficina foi a criação de uma produtora cultural colaborativa no CMCJ que pudesse trazer contribuições na vida dos envolvidos.

 

Apesar da Recife+Art ter encerrado suas atividades no início de 2012, elencamos diversas contribuições que foram possibilitadas através do contato dos jovens com produções colaborativas.

Contribuições da Recife+Art

  • Evento na Escola de Circo;
  • Trabalhos Colaborativos;
  • Fomento ao uso do Software Livre;
  • Experiências Positivas para a criação do Coletivo Marista Tecnologias Livres;

 

Evento na Escola de Circo
Como conclusão da oficina a Produtora Recife+Art produziu um evento cultural no dia 24 de novembro de 2012. A atividade, que foi realizada na Escola Pernambucana de Circo, localizada no bairro da Macaxeira – zona norte do Recife – contou com oficinas de informática, desenho e fotografia, apresentações de grupo de capoeira, karatê, hiphop e bandas. A Recife+Art filmou o evento e, como moeda de troca pelo espaço, fez a edição do vídeo e deu à Escola Pernambucana de Circo. Mais infos: http://sites.marista.edu.br/crcrecife/2012/12/13/recifeart-realiza-evento-cultural-na-escola-pernambucana-de-circo/
Uso do Corais como ferramenta para o Trabalho Colaborativo;
As oficinas de produção colaborativa contaram com o Corais, ferramenta colaborativa que teve bastante influencia no trabalho da Recife+Art, seja para organização e documentação, como também para monitoramento pelo oficineiro que, em muitos momentos estava viajando mas, mesmo assim, não estava “ausente” do processo. O Evento na Escola de Circo foi todo organizado via plataforma corais e pode ser lido aqui: http://www.corais.org/recifemaisart
Fomento ao uso do Software Livre;
Todas as produções da Recife+Art foram feitas através do uso de Software Livre. Foram usados softwares como Gimp, Inkscape, Kdenlive e Audacity. O uso destes softwares livrou a produtora de possíveis gastos com licenças ou de incentivo à pirataria.
Experiências Positivas para a criação do Coletivo Marista Tecnologias Livres;
O ano de 2013 iniciou um novo ciclo e com ele muitos dos educandos envolvidos com a Recife+Art tomaram caminhos diferentes. Mesmo com o desmembramento da Produtora, ficaram exemplos positivos da Recife+Art como o trabalho colaborativo, a tecnologia social e o uso do software livre. Com alguns alunos, que fizeram parte da Recife+Art, surge o Coletivo Marista de Tecnologias Livres – CMTL, que tem como objetivo desenvolver e fomentar tecnologias sociais através conhecimento livre. O CMTL tem suas atividades construídas de forma colaborativa, como tomadas de decisão em entre educadores e educandos. Utiliza uma lista de discussão para diálogo e para seus projetos faz uso da ferramenta Corais. O Corais do CMTL pode ser acessado: http://www.corais.org/cmtl/ Atualmente o coletivo está empenhando na construção de quatro projetos: uma cadeira de rodas motorizada, feita de sucata, arduino e bateria; uma estação meteorológica, que contará com sensores de umidade, temperatura e um sismógrafo feito de harddisk; um drone aquático de baixo custo e um robô humanoide, símbolo do coletivo. Os projetos são feitos em grupos (podem ser visualizados em um mapa mental: http://www.corais.org/cmtl/node/79975). A ideia de usar o corais é dar liberdade para que os educandos possam documentar e opinar seus projetos, e dos outros, de forma mais aberta e criativa. Os encontros do CMTL acontecem às sextas feiras nos turnos da manhã e tarde.

#1

@Isaac ficou bem legal o estudo de caso. Você consegue detalhar melhor o que aconteceu no CMTL, especialmente essas últimas postagens sobre cadeiras de rodas, etc?

#2

Consigo sim. Estou providenciado e assim que eu atualizar eu dou um toque.

#4

Fred, complementei a parte do CMTL e coloquei mais uma imagem.

Segue legenda para as duas imagens:

Recife+Art relizando filmagem em evento colabrativo na Escola Pernambucana de Circo.

CMTL estudando possibilidades para motorizar uma cadeira de rodas de baixo custo.

#5

Maravilha Isaac! Ficou ótimo! Estou fechando a tarefa.

#6

A primeira foto ficou muito massa, mas a resolução tá baixa. Você tem maior? Ainda tem espaço para uma foto extra. Tem mais alguma?

#7

@fred

Infelizmente não tenho. Essa foto foi tirada por algum educando aqui do CRC e me foi passada com essa qualidade.

Estou mandando mais algumas CMTL/Produtora.

ptdc0143.jpg

2012-09-12_11.06.30.jpg

#8

Valeu Isaac! Essas tão bem massa!