Pular navegação

Memória da reunião de 02 de julho de 2020

Ajuda

Memória da reunião de 02 de julho de 2020

Ajuda memória da reunião virtual de conselheiros do Parna Chapada Diamantina

2 de julho de 2020

A reunião se iniciou com a pauta de utilização da plataforma corais para os trabalhos do Conparna-CD. Vinícius apresentou a plataforma: como acessar, fazer o login, solicitar inscrição no projeto Conselho do Parque Nacional da Chapada Diamantina (CONPARNACD) e as funcionalidades que estão habilitadas. A seguir Pedro Jatobá apresentou as potencialidades da plataforma, dando exemplos de outros projetos desenvolvidos, como o Movimento [email protected] Marcela disse que o conselho atualmente possui várias necessidades e que a plataforma pode contribuir com os trabalhos do Conparna-cd; que as pessoas que tem maior familiaridade podem ir alimentando o projeto e comunicar e orientar os demais, de forma a promover a progressiva assimilação da plataforma. Emílio Tapioca, Lucas e Araújo manifestaram-se a favor da utilização da plataforma.

Passando para o segundo item de pauta, Marcela explicou que a reabertura do Parque Nacional está sendo tratada em três frentes: elaboração de protocolo sanitário, elaboração de uma plataforma/aplicativo para agendamento da visitação e estabelecimento de mecanismos de controle e monitoramento da visitação. A elaboração do protocolo basicamente é a construção de uma proposta técnica que será publicada como portaria do ICMBio. A elaboração de plataforma/aplicativo para o agendamento da visitação conta com recursos dos Planos de Manejo Espeleológicos das grutas do Castelo e Lapão. Já o estabelecimento de mecanismos de controle depende da captação de recursos para a construção de guaritas, contratação de monitores e confecção de contadores eletrônicos. A partir das informações repassadas pelos conselheiros a equipe gestora fez um planejamento que consiste da construção de guaritas na entrada das seguintes trilhas: cachoeira do sossego/ribeirão do meio, cachoeira da fumaça, bomba/purificação, beco do guiné, aleixos, fumacinha por baixo/véu de noiva. Estes locais contariam com a contratação de 2 funcionários para realização do controle. Ângela se voluntariou para apoiar o projeto arquitetônico das guaritas. Outras trilhas com visitação moderada receberiam contadores de visitantes: águas claras, rodas, andaraí-pati, garapa, cachoeira do ramalho, matinha, fumacinha por cima, cachoeira encantada. Os valores encontram-se na planilha anexa. Não houve objeções ou sugestões de alteração da proposta.

Lais pergunta qual seria a previsão de reabertura do parque e se seria possível reabrir o parque com voluntários realizando o monitoramento das trilhas. Marcela esclarece que de acordo com o secretário estadual de turismo e as discussões da câmara técnica de turismo a previsão de reabertura para o turismo seria em 2021, o que daria ao ICMBio o tempo para implementar as medidas necessárias para a visitação no Parque Nacional ocorrer de forma controlada. Devido ao risco envolvido no monitoramento da visitação a equipe gestora não pretende expor voluntários à contaminação de COVID-19.

Em função da dificuldade que alguns conselheiros tiveram para participar da reunião a ajuda-memória e planilha com custos para a reabertura serão disponibilizados para apreciação.

Participantes:

Angela - ACBB

Araújo - Bioenergia

Emílio – Prefeitura de Andaraí

Lais – Lençóis

Lucio – ACEL

Lucas- Bocapio

Marcela – ICMBio

Vinícius - UNEB

Pedro Jatobá - Mucugê

Pré-visualizarAnexoTamanho
controle_pncd.xlsx7.46 KB
reuniao_02_07.docx10.63 KB

Comentários

Precisa de ajuda?

Blog

O blog permite que os membros de um projeto se comuniquem, discutindo e publicando novidades. É um ótimo lugar para compartilhar processos, desafios e explorar ideias.