Pular navegação

Archive: março 2014

Ajuda

Memorial 28/03/2014 - Cadu Mesias

         Hoje, com Martin, o dia foi focado em tempo, ritmo, atenção e concentração. Também houve mais dois trabalhos: um improviso, em dupla, baseado no estudo do golpe de 1964, representando o “antes”, o “dia D” e pouco tempo depois do golpe; e depois a divisão de grupos para leitura de Macbeth, obra em estudo.

         Ficou claro para o grupo que precisamos entrar mais em sintonia, ter mais atenção, mais concentração, mais dedicação.

Memorial 27/03/2014 Cadu Mesias

            Oficina de audiovisual com Maíze. Mais um dia de conhecer as funções de uma câmera profissional e semiprofissional. Haja botão e haja função. Entendi tudo, confesso que minha cabeça está bem embananada com todos eles, só irei entender melhor a partir do manuseio da mesma. Como por exemplo, manuseamos, timidamente, no fim da aula, captando o depoimento de cada um e ai surgem certas dúvidas ou esclarecimentos. Gosto de aprender sobre a câmera, tenho interesse nisso, e espero poder ter mais prática nas próximas aulas.

Memorial Rodrigo Lelys 28/03/2014

Martin sempre traz exercícios surpreendentes, nos levando a refeltir sobre algumas situações. Durante uma das tarefas desconcentramos todo o trabalho, pois trouxemos para o encontro algumas coisas pessoais. O que mais me impressionou foi forma como nosso orientador tratou esta distração; Martin, sem impor a voz, convece todos sobre o erro que haviamos cometido.

Em seguida apresentamos, através de uma cena, o que haviamos pesquisado sobre o golpe de sessenta e quatro. Todos os LIVRES manifestaram seus exercícios de uma maneira fantástica, me fazendo viver situações de cinquenta anos atrás.

Ao final, lemos duas vezes e com muita atenção uma das cenas de Macbeth. Esta leitura me fez entender melhor o cenário do fantasma de Banquo.

Memorial Rodrigo Lelys 27/03/2014

Maise terminou de mostrar o que cada botão da maquina de vídeo faz. A cada dia fico mais impressionado com os equipamentos de vídeo e suas funções. Estou louco para botar a mão na massa. No final desse e do ultimo encontro tivemos um pequena amostra do que faremos durante esses três meses, e essa pequena demonstração me fez pensar que escolhi a oficina certa.

RESENHA CRÍTICA PEÇA DISSIDENTE - 28/03/2014

28.03.2014 – RESENHA CRÍTICA DISSIDENTE.

Inicia-se com trilha sonora, música ao vivo, que esteve presente durante todo espetáculo, por sinal de excelente qualidade e as músicas em perfeita harmonia com a história.

A peça é uma exteriorização da realidade de muitas famílias: inexistência de conexão entre filho e seus pais, como se fossem desconhecidos, a figura da mãe sempre tentando agradar o filho, sem sucesso e principalmente a falta de diálogo. Os diálogos de coisas triviais, como cobrança para trabalhar, e acontecimentos cotidianos existem, mas sempre se foge de tocar em assuntos sérios, de enfrentá-los. É visível a infância perturbada do filho com seu pai, e suas lembranças de maus tratos acompanhada de ódio pela figura paterna.

MEMORIAL - STELA - 28/07/2014

28.03.2014

Martin fez um exercício para concentração e de improviso muito bom, porém a turma estava desconcentrada e não fluiu da maneira que deveria, uma pena.

O ponto auge do encontro, foi a criação de uma cena para a apresentação dos documentos levados sobre o golpe de 64.Interessante os diferentes pontos de vista, e a força que alguns grupos apresentaram. Muito bom estudar assim, saí da aula com vontade de saber mais e mais sobre o golpe de 64 e sentindo de verdade o que as pessoas da época passaram. Engraçado que semana que vem faz 50 anos que ocorreu o golpe, e como até hoje vemos resquícios de censura, ditadura, repressão!De forma sutil muitas vezes, mas ela está lá/aqui.Já estou também querendo refletir e fazer uma comparação do golpe e de hoje, e o que de fato realmente mudou!

MEMORIAL - STELA - 27/07/2014

27.03.2014

Maíse nos mostrou mais botões e suas funcionalidades. Mostrou também os efeitos que podemos dar as filmagens e a importância da luz para a captação das mesmas.

Vimos ainda a possibilidade de fotografar pela câmera e como fazer foco.

Ao final mais uma vez gravamos um depoimento sobre o que ocorreu na aula, sempre alternando para cada um manusear a câmera.

Quantos aos cabos, entradas e nomes estranhos, ainda estou me habituando e por enquanto não assimilei tudo, mas um dia chego lá! 

MEMORIAL - STELA - 26/07/2014

26.03.2014

Começamos mais uma vez com a capoeira, e eu confesso que até agora não consegui enxergar o que os outras falam: “que o exercício físico antes de trabalhar com o texto, melhora a concentração!”

Depois Chica iniciou os trabalhos com relaxamento do corpo, e respiração.Dei uma breve cochilada (n sei se por conta do cansaço ou se de fato relaxei demais.). Depois fizemos exercícios para voz e mexemos os braços, exercícios bons para antes do ator entrar em cena. Adorei os exercícios e percebi dessa vez que eles não só melhoram a concentração, mas também são essenciais para a dicção e relaxamento do ator. Vou adotar!!!!!

Resenha - Coral, uma etno(ceno)grafia

Três mulheres formam uma banda. Três atores, também cantores, formam três cenas. Ao toque do primeiro sinal para liberar o teatro ao público, que neste caso é o Cabaré dos Novos, a banda já dá boas vindas ao som de músicas perfeitamente escolhidas. São as preliminares da peça. O bar do Cabaré está aberto, sirva-se de uma bebida. 

Memorial Vic Matos 26/03/2014

Etiquetado:

Meu braços desabaram com o peso do meu corpo,na minha segunda aventura pelo mundo capoeirístico.Mas foi bom demais! Com Chica está sendo cada dia melhor que o outro,ela tem me ajudado a “explodir” quando tem de ser.Começamos construir uma cena,ver a forma que essa pode vir a ter é muito prazeroso e dinâmico,do jeitinho que eu gosto.

Precisa de ajuda?

Blog

O blog permite que os membros de um projeto se comuniquem, discutindo e publicando novidades. É um ótimo lugar para compartilhar processos, desafios e explorar ideias.