Pular navegação

Blog

Memorial - Tainá Marjore - 25.08.2014

Etiquetado:

Ontem (segunda-feira) cheguei ao Vila Velha no início da tarde para iniciar a Oficina de três dias. Iniciamos com apresentações e me surpreendi com a diversidade de história de vida relacionado ao Teatro de cada um. A primeira atividade que foi caminhar pelo espaço me é familiar, devido a minha participação em outras oficinas e me deixou mais a vontade.

O exercício que o Márcio passou de respiração, mudou o estado do meu corpo, algumas partes formigavam, minhas mãos suaram frio, por alguns segundos achei que fosse desmaiar, mas de certa forma eu sabia que aquela tarefa iria contribuir positivamente em mim e em todos, pois eu sentia que minha expressão não era a mesma e as de alguns colegas também.

Memorial - Tainá Marjore - 01.09.2014

Etiquetado:

Bem, hoje cheguei ao Vila cheia de energia, atenta a tudo, não aconteceu o que era planejado, porém foi muito bom, tivemos o primeiro encontro com Nando Zambia.

Apresentamos-nos e falamos um pouco sobre a nossa relação com o Candomblé e a dança. Confesso que não consegui falar o que queria sobre o Candomblé, porque é um assunto que adoro comentar por ter curiosidade e não conhecimento, mas por ser espírita. Em relação à dança me é muito familiar, por ter dançado alguns anos em uma Companhia de Dança no interior, e explicando melhor, não era nada profissional, não tínhamos aulas, porém esse tempo dançando foi o que me auxiliou a ter facilidade em qualquer outro ritmo e um pouco de flexibilidade.

Memorial 03 de Setembro

Etiquetado:

Na quarta-feira cheguei atrasada ao teatro porque a Cardeal da Silva estava parada devido a uma manifestação. Fui preparada, de calça jeans e sapato fechado, para conhecer o Vila por dentro. Começamos a visita técnica pela sala João Augusto, onde realizamos nossos encontros. Ian nos explicou como a sala funcionava e partimos para a outra sala de ensaio, Mário Gusmão. Conhecemos os camarins, que ficam no mesmo pavimento da Mário, e depois fomos para a administração. Quando chegamos na adm, Ramile me pediu ajuda porque estava passando mal, então fiquei com ela um tempo e perdi uma parte da visita. Quando reencontramos o pessoal, já estavam no palco, no térreo – tenho que dizer, o palco do Vila me fascina! – e depois conhecemos os outros dois andares. O que me deixou cheia de minhoca na cabeça foi a parte de técnica de iluminação e som. Muito complicado! Dificílimo de entender.

Memorial 01 e 02/09

Etiquetado:

Segunda-feira cheguei ao Vila preparada para subir e descer escada, na visita guiada ao teatro. Me deparei com Nando Zâmbia, uma figura muito engraçada e simpática, que nos reuniu em roda e nos perguntou aquelas mesmas perguntas do primeiro dia de seleção, e também sobre o nosso envolvimento com o Candomblé. Ouvi respostas diversas e respondi que sempre tive curiosidade, mas meu envolvimento era nenhum.
Depois disso, Zâmbia superou minhas expectativas com relação ao esforço físico que eu faria naquele dia. Nos guiou durante diversos passos de dança afro – que eram bem complicados, vale dizer – e tive que me esforçar muito mais do que o faria se tivesse subido e descido escadas, rs. Mas se cansar é muito bom, mexer com o corpo é muito bom. E a adrenalina liberada no cérebro traz uma sensação muito boa!

Memorial 03.09 - GRAZIELLE

Etiquetado:

Nosso trabalho hoje foi com Macbeth.

Trabalhamos a música, o blues que Dayse, Caio e Thales prepararam, Dayse cantou e ficou muito bacana! Os caminhos das bruxas estão se abrindo, clareando...cada dia vou entendo mais sobre elas.

Obvio que não ser cantora como as minhas 2 irmãs bruxas que cantam lindamente, é uma barreira, mas, não intransponível! Fazer bruxa é uma grande oportunidade e vou dar o meu melhor e trabalhar duro pra fazer bem, inclusive cantar.

Memorial 02.09.2014 GRAZIELLE

Etiquetado:

Memorial 02.09 - GRAZIELLE

Yoga pra começar bem a manhã.

A expectativa era que depois do yoga fossemos ensaiar Shakespeare, mas, Márcio perguntou se preferíamos ensaiar ou fazer logo a avaliação de Jango. Foi meio dividido, mas, a maioria achou que seria melhor avaliar logo e não deixar para sexta-feira e assim encerraria de vez o ciclo de Jango.

Memorial - Tainá Marjore - 03.09.2014

Etiquetado:

Hoje, ainda sentindo dores na panturrilha, cheguei preparada para conhecer ainda mais o Vila Velha. Com a colaboração de Yan Britto iniciamos pelas salas de ensaio (nessas salas, me vinham na cabeça imagens, palavras e situações de pessoas que já estiverem ali, ensaios duros, momentos sensíveis e marcantes), logo depois o camarim (imaginei a ansiedade e alegria dos atores antes de estarem no palco, se olhando e se ajeitando em frente ao espelho), passamos pela produção, Cabaré, sala de comunicação, o estúdio, chegamos ao palco principal do Vila, que é algo espetacular, um palco diferente e incrivelmente criativo, faz a cabeça de um ator pensar em diversas formas de espetáculos e por fim, vimos de perto como é feito aquele todo efeito de luz no palco(que não é nada fácil, mas me interessei muito em entender e praticar).

Memorial – 03/09/2014

            Hoje foi uma visita técnica, em todas as partes do teatro, foi um passeio bem divertido, conduzido por Yan Britto. Passamos pelas salas João Augusto, Mario Gusmão, os camarins, pela administração, Cabaré, Foyer, o estúdio e o palco juntamente com luz e som. Logo depois, retornamos com Claudio Varela que passou a conduzir o resto do tempo para nosso encontro. 

Memorial – 02/09/2014

Bom! Nosso encontro de hoje foi legal e bem relaxado. Foi apresentada a plataforma corais primeiramente com os meninos Tiago Querino e Gilberto Reys. Depois um aprofundamento com Jatoba, onde foi demonstrada a plataforma e como se usa. Logo após foi feito o cadastramento do grupo. 

Memorial - 01/09/2014

Quando cheguei ao vila, já vi que tinha começado. Entrei na roda e com todo cansaço fiquei a observar os colegas. Assim pude perceber o que eles estavam falando. Era sobre suas relações com o candomblé, a dança e o teatro. Após essa conversa toda fomos ao exercício com Nando Zambia.

O exercício tinha que ter noções de direita e esquerda, de preparo físico também e coordenação (coisa que não tenho).  Acredito que ele me deixou muito cansada, na parte de dois a dois, achei super legal, os colegas que foram antes da  minha vez, deixaram concentrada, quando eu fui, estava demais eu e Liz com muita Conectividade pena que depois não lembro de nada “pena perda dos sentidos”.