Pular navegação

Blog

Memorial - 27/08/2014

Hoje sendo o ultimo dia desses três dias, foi à constatação e elaboração do personagem para o trabalho da tarde. Novamente a introdução com o exercício da respiração, com sons e os instrumentos, foi tudo junto com harmonia, tudo misturado e cada um em si mesmo. 

Memorial - 26/08/2014

No segundo dia foi dada a continuidade do dia anterior, com a construção do personagem, e ainda fazendo juntamente com exercício da respiração e em seguida com sons. Neste dia meu corpo sentiu mais, as mãos ficaram dormentes, a boca seca e sentia dores nas pernas.

Memorial - 25/08/2014

Na segunda-feira cheguei cedo ao Vila, para a tarde de três dias de oficina. Neste primeiro dia ocorreu o exercício de respiração com Marcio e depois teve a mistura de respiração e instrumentos musicais com Tiago que se deu a continuidade do exercício.  Ao decorre da tarde e com o fazer do exercício, as coisas ia acontecendo como um olhar para o colega, um sorriso e assim a turma ia se conhecendo, tornado o rosto familiar.

INFORMATIVO SOBRE TAREFA

Etiquetado:
Colegas, Para registrar uma tarefa completada é necessário somente postar a tarefa e comentar COMPLETADA. Logo um administrador vai efetuar a transação dos créditos da tarefa para sua conta e comentar embaixo: TRANSAÇÃO COMPLETA. Por favor, não cliquem "EM ANDAMENTO" para transformar em "COMPLETADA". Att Gilberto Reys 99671031

Memorial 02.09.2014 - Paulo Santana

Etiquetado:

Interessante como as coisas se encaixam perfeitamente com as necessidades do grupo aqui na LIVRE, principalmente pra nós iniciantes, que ainda não estamos totalmente no embalo do grupo maior. Depois de um dia exaustivo de Dança afro com Nando Zambia, o corpo só pedia descanso. E providencialmente passamos por um dia mais calmo fisicamente falando, pra explorar mais as demandas criativas e de entendimento de como funciona a formação da LIVRE, que não é só de palco. Muito engrandecedor para o ser humano, entender todo o processo de construção da arte e poder participar ativamente de cada detalhe de um espetáculo, desde a recepção do público, na venda dos ingressos até a interpretação de um personagem, no palco. passando pela técnica, divulgação, produção etc. Aí entra a grande questão do que fizemos que foi entender a plataforma Corais e como a moeda social utilizada pela LIVRE Funciona.

Memorial - Tainá Marjore - 02.09.2014

Etiquetado:

Cheguei ao Vila mais cedo, com um pouco de dificuldade para caminhar, devidos aos exercícios de ontem, que me causaram dores musculares, principalmente nos braços e na panturrilha. Hoje foi o encontro mais diferente que tivemos, fomos até o Café onde Gilberto, Tiago Querino e Jatoba nos passaram informações sobre a Plataforma Corais (não sei se posso falar dessa forma). Por mais que eu não tenha compreendido tudo perfeitamente (de como editar, compartilhar e entre outras ações), gostei dessa forma de organização e ocupação. Acredito que seja um meio de mesmo estando em casa manter-se conectado. Achei criativo, diferente de toda atividade que já havia visto, passaram-me diversas ideias de perguntas e alguns assuntos para interagir com todos integrantes da LIVRE. Em fim, sinceramente não sei muito que dizer, mas a prática vai me ajudar a entender melhor sobre esse projeto colaborativo e auxiliando também a explicar claramente.

02 de Setembro - Segundo Arco

Etiquetado:

Nada como um Ioguinha de manhã cedo na LIVRE para relaxar a mente. Voltei a fazer Ioga a pouco tempo e já estou sentindo o meu corpo reagindo bem as posições de equilíbrio. Estou feliz por isso e sei que Shakespeare o bicho vai pegar. Preciso ter resistência e tonificar meus musculos para aguentar o tranco dos ensaios. Marcio entrou às 10 horas com a revista Carta Capital perguntando em qual político a gente ia votar. Preciso dessas conversas. Cresço como ator. Na verdade a gente fala de política todos os dias no Vila Velha. Teatro é política. Teatro é discurso. Macbeth e Hamlet estão carregadas de cenas políticas. Com esse discurso temos o desejo de tornar o público mais ativo e de transforma-lo em "espec-atores".  Começamos a avaliação de Jango. Falamos de produção, do público, divulgação, as escolas.

Memorial: 15.08.2014 – 30.08.2014 Gilberto Reys

Etiquetado:

Memorial:  15.08.2014 – 30.08.2014 Gilberto Reys

Memoryal memoryal do Bonde Escocês de Gaza 30.08.14 Gilberto Reys

Mantendo a energia zambilesca, mais orgânico com o grupo, desenvolvendo ações em grupo, prestando atenção no outro. O coro hoje foi coro! Lindo de ver. O corpo do vila está atento. Pena que é o ultimo fim de semana de JANGO. Queria mais!!!

Memoryal memoryal do Bonde Escocês de Gaza 29.08.14 Gilberto Reys

Cheguei particularmente focado, queria manter minha linha de interpretação do personagem Francisco Juliao. Encontrei um ponto alto do texto que eu somei com o que vivi no encontro de Nando Zambia (vide memorial do dia 27.08.2014). A força e a masculinidade explodiam controladamente em cena. Soube manter a energia alta e o vigor em riste. O texto fluía com a necessidade de fluir no jogo com Jango. Foi incrível! Passei a levar pro momento do soldado.

25 de Agosto - Arco

Etiquetado:

Cheguei cedo e fui arrumar os instrumentos de Jango com Gilberto. Colocamos alguns instrumentos nos armários e outros no Camarim perto bebedouro. Achei alguns figurinos de Jango largados pelo palco. Recolhemos tudo e levamos para sala João Augusto. Ficamos em roda e Marcio experimentou alguns personagens do Ato 3 cena 2. Essa cena é muito importante para o desenrolar da trama. A encenação de Hamlet convence Polonio pai de Ofélia que está enamorada de Hamlet, de que o príncipe realmente está louco.

memoryal meomryal 06.08 - 14.08

Etiquetado:

Memoryal 14.08.14 Gilberto Reys

quinta-feira  primeiro dia da semana de JANGO, e a preparação de yoga e vocal foi maravilhosa. Descobrir que o espaço dentro do corpo desenvolve a música me deixa mais consciente do processo musico-teatral de cena. Senti-me mais confiante e preparado para a cena. A apresentação foi ótima, mas com falhas técnicas.

Hoje antes da apresentação teve reunião e pensando-se nos projetos muitos que vem por ai. Aí algumas pessoas da Livre vão descobrir por urgência que teatro não é só palco. E que não basta ser só ator para ter sucesso como ator. 

Memoryal  memoryal 13.08.14 Gilberto Reys

Dizem que com grandes derrotas se aprendem grandes coisas. Estou entendo e assimilando os efeitos de algumas coisas que não deram certo para no futuro com mais calma fazer melhor e descobrir novos erros e aprender novamente. Torço para todos encontrem isso.