Pular navegação

Memorial - Tainá Marjore - 26.08.2014

Ajuda

Memorial - Tainá Marjore - 26.08.2014

Etiquetado:

Hoje (terça-feira) quando cheguei ao Vila me senti mais enturmada e acredito que isso tenha me ajudado a me soltar mais e não me preocupar tanto com o que iria ser feito.

Ao Márcio perguntar “O que é Teatro para você e que Teatro você quer”, passaram diversos pensamentos e acredito não ter dito quase nada do que pensei. Alguns colegas falaram ideias comuns as minhas, porém era nítido que ninguém vê e sente igual a ninguém. Foi estranho dentro de mim, era uma pergunta fácil pelo fato de Teatro ser o que mais penso, estudo e desejo. Por outro lado, procurei as palavras certas para definir tudo isso, pois não queria deixar nenhum detalhe de fora e nem alongar muito, mas não consegui essas palavras.

Repetimos os exercícios de caminhar pelo espaço e da respiração, desta vez Márcio solicitou que criássemos um personagem que se relacionasse ao modo da respiração, e que falássemos palavras que o definisse (imaginar é algo fantástico, nesse momento não me faltaram ideias, cada palavra que Márcio dizia, alimentava a elaboração, quis falar uma palavra que emitisse toda a energia que estava circulando dentro de mim). Dessas palavras, foram selecionados os que falavam mais baixo e os que falavam mais alto (grupo qual eu fiquei), formando duas fileiras. Todos falando ao mesmo tempo e com o olhar direcionado aos alunos da livre. Uma das intenções era incomodar os colegas. Por mais que eu não tenha me perturbado tanto, conseguia escutar e utilizar os gritos e os cochichos para me impulsionar, como uma resposta. Fixar o olhar nos alunos que estavam a nos observar me auxiliou a expressar e concentrar. Essa atividade me fez perceber o quanto é importante a ligação do olhar, e também a manter o personagem independente do que acontecesse ao meu redor.

Ao início do anoitecer, o fim de mais um dia da oficina, me senti alegre, como se estivesse alcançando um dos meus objetivos maiores, que é entender mais sobre o Teatro. O ar, as pessoas, tudo que ocorre e já presenciei no Vila Velha, me faz acreditar que eu não poderia ter escolhido algo melhor para fazer durante toda minha vida.

Comentários

#1

Preferi não corrigir e deixar da mesma forma que publiquei semana passada no grupo do facebook, mas sei que são integrantes, não alunos. rs 

Precisa de ajuda?

Blog

O blog permite que os membros de um projeto se comuniquem, discutindo e publicando novidades. É um ótimo lugar para compartilhar processos, desafios e explorar ideias.