Pular navegação

O Estar, o ˜bebado˜ e o seu carro.

O Estar, o ˜bebado˜ e o seu carro.

Em Curitiba existe o sistema de estacionamento ˜público˜ chamado de Estar. Este sistema visa o melhor uso compartilhado de vagas para estacionamento em regiões de trafego intenso, através da imposição de um limite de tempo que cada carro pode ficar estacionado no mesmo local. Para estacionar em um lugar que possua Estar, o motorista deve comprar os cartões de estacionamento pelo valor de R$1,50. Estes cartões podem ser comprados diretamente com os fiscais de transito, ou com revendedores autonomos (bancas de jornal, guardadores de carro, lanchonetes) normalmente por um valor mais elevado R$2,00.

Caso o motorista estacione sem o cartão de estacinamento, é ˜multado˜ com a obrigação de comprar um bloco de Estar contendo 10 cartões pelo valor de R$15,00 em até dois dias (período de regulamentação da multa). Caso a taxa não seja paga, o motorista é multado em mais ou menos 38 reais e perde pontos na carteira.

Estacionar no centro de Curitiba é praticamente impossível devido ao trafego intenso de veículos, estacionar em um local privado, pode chegar a custar cerca de R$10,00 a hora dependendo do local. A única alternativa é optar pelos cartões de Estar (quando encontrar a vaga) e pagar os R$ 3,00 para duas horas (tempo maximo de permanência no Estar).

Uma solução que foi pensada pelo pessoal do Instituto Faber Ludens é tomar a penalidade do Estar (comprar um bloco com 10 cartões) que custa 15 reais. Ou seja, você pode estacionar o dia todo, não paga pelo Estar e compra o bloco. O bloco com 10 cartões pode ser revendido para guardadores de carro que existem em Curitiba e eles revendem para outros usuários de Estar que acham necessário pagar Estar. Dependendo do valor negociado, poderia ainda sair no lucro por não ter pago o Estar.

Comentários

Precisa de ajuda?

Blog

O blog permite que os membros de um projeto se comuniquem, discutindo e publicando novidades. É um ótimo lugar para compartilhar processos, desafios e explorar ideias.